Renata Machado de Azevedo Manacorda Gallindo

Durante a execução das atividades práticas do projeto Incluir Brincando, o Núcleo de Educação Infantil João Batista de Vasconcelos, realizou suas atividades juntamente com a Associação MUDDE, onde no dia 21 de maio de 2014, das 08h00min às 11h00min foram desenvolvidas as seguintes atividades no salão que faz parte da Igreja Evangélica “Cidade Forte”: CINEMA COM PIPOCA – com DVD infantil; TEATRO DE FANTOCHES – com os personagens Bel e Garibaldo (confeccionados na escola); A DANÇA DOS BALANGANDÃS com as professoras usando máscaras e vestidas caracterizadas dos personagens da Vila Sésamo: Bel, Garibaldo e Elmo. As crianças também usaram máscaras e acompanharam a dança também jogando os balangandãs. As demais atividades realizadas na quadra poliesportiva da Igreja foram: BOLICHE DE GARRAFA PET, BAMBOLÊS E RODA. Tivemos ainda PINTURA NO ROSTO. Contamos com a participação do pessoal da Igreja Cidade Forte, do Núcleo de Educação Infantil João Batista, das crianças, pais e alguns membros da comunidade. 

No início do projeto Incluir Brincando, o NEI João Batista de Vasconcelos participava da rotina escolar e na hora do recreio, as crianças brincavam sem novidades, no que diz respeito a opções de brinquedos e brincadeiras. Não estava havendo aquela vontade de brincar até por falta de incentivos, brinquedos comuns a todos, etc. 

Localizado na zona rural da cidade de Marechal Deodoro-AL, o NEI João Batista é uma instituição de ensino vinculada à Escola João Batista que se situa na mesma região. Inaugurada em 27 de julho de 2011, na administração de Cristiano Matheus da Silva Souza, atende a crianças de 03 a 05 anos nas etapas: Maternal, Pré I e Pré II. Possui 4 salas de aulas que funcionam nos turnos: matutino e vespertino, cada turno com 100 crianças distribuídos em 25 alunos por sala, totalizando 200 educandos. A maioria das crianças não apresentam deficiências, mas entre elas temos autistas, estudantes com deficiência intelectual e alguns com deficiência física, mas que não interfere no seu desenvolvimento. Esses alunos com alguma deficiência fazem acompanhamento na cidade de Maceió-AL e estão matriculados regularmente na escola. 

Acreditamos que o objetivo do projeto foi alcançado com êxito, pois conseguimos envolver a todos. Algumas estratégias foram planejadas para o desenvolvimento do projeto na instituição de ensino, tais como: apresentação do projeto para os professores, exibição dos websódios sobre brincadeiras inclusivas, desenvolvimento de algumas atividades impressas do site da Vila Sésamo e a confecção de fantoches, boliches, jogos, etc. 

No decorrer do projeto encontramos alguns desafios, tais como: falta de conscientização dos pais em relação a importância do brincar, para o desenvolvimento das aprendizagens infantis; a ausência de um espaço adequado na escola para as crianças brincarem, por isso a necessidade da parceria com a Associação MUDDE para a realização do dia do Brincar Inclusivo na Escola.

Ao longo do projeto houve a participação da Direção, Coordenação da Escola, da representante da Associação MUDDE, onde todos estiveram bastante engajados em todos os momentos. 

Concluímos este relato afirmando que, antes do projeto INCLUIR BRINCANDO chegar em nossa escola encontrávamos dificuldades na hora de brincar, agora nossa realidade mudou, estamos desenvolvendo um trabalho inclusivo, visando desenvolver as habilidades dos alunos como um todo, inclusive com os que têm alguma deficiência. Além disso, obtivemos um suporte teórico-prático muito rico para trabalharmos com a inclusão, que vamos levar conosco para toda a vida, durante todo processo histórico-político e sociocultural na escola, comunidade e em nossa vida pessoal.

 

Renata Gallindo – Associação MUDDE

Aline da Silva Santos – NEI João Batista

Dinaildes de Oliveira Dias – NEI João Batista

 

Participantes do projeto Incluir Brincando – 2014

Compartilhe este conteúdo com seus amigos.
Comente ou compartilhe nas mídias sociais: