Sheyla Bastos

O projeto Incluir Brincando chegou à escola professora Marinalva para nos orientar sobre o trabalho com pessoas com deficência e metodologias diferenciadas, um desafio para todos, pois temos que incluir, mas muitas vezes não sabemos como.

A escola tem oito salas de aula da educação infantil ao 5º ano, situada no Barra Mar, bairro nobre da cidade da Barra de São Miguel. Os nossos alunos são em sua maioria filhos de caseiro, vivem nas casas dos patrões e incorporam a cultura do meio

Os professores participaram do projeto no qual poderão desenvolver situações de aprendizado que posteriormente foram utilizadas em sala de aula com as crianças de 4 e 5 anos de idade.

No planejamento, foram incorporadas as formações, o estudo do projeto Incluir Brincando, onde fazemos pesquisas sobre o tema ampliando os nossos conhecimentos.

Em sala de aula as crianças aprenderam muito mais rápido o conteúdo trabalhado, tendo em vista as brincadeiras, vídeos e bonecos levados para contribuir com o aprendizado.

O brincar inclusivo realizado na escola com a presença dos pais foi um sucesso. A participação de todos na interação com professores nos fez refletir sobre a importância de um trabalho desenvolvido com a comunidades escolares como um todo.

Este trabalho aproximou a comunidade da escola, passamos a ter mais contato com os pais e eles passaram a vir à escola de forma espontânea, interagindo conosco. Os alunos demonstram mais interesse e aprendem com mais facilidade.

Como coordenadora pedagógica da escola percebo a necessidade de estudar e aprofundar essa metodologia de trabalho tornando-a uma política pública da rede municipal de ensino da Barra de São Miguel (AL)

 

Participante do projeto Incluir Brincando – 2014

Compartilhe este conteúdo com seus amigos.
Comente ou compartilhe nas mídias sociais: